Está registrado na palavra de Deus um momento incrível ocorrido com o profeta Daniel. Ele estava triste por causa da situação de Jerusalém, o povo estava em cativeiro, a cidade destruída e assim ele orou ao Senhor e confessou o seu pecado e o pecado do povo. Acontece que quando Deus ouviu o clamor sincero de Daniel enviou um anjo para avisá-lo que a oração chegou ao céu. Mas acontece que demônios se paresentaram no caminho daquele anjo tentando impedir que a resposta de Deus a Daniel chegasse aos seus ouvidos. Ainda hoje esses demônios trabalham para que não demos ouvidos à voz do Senhor. Na ocasião Deus mandou o arcanjo Miguel para libertar seu mensageiro que logo após esse fato, entregou a mensagem a Daniel e muito o alegrou. Mas antes que o anjo chegasse, um ser que tinha olhos como chama de fogo, voz como o som de uma multidão, corpo como berilo e cinto de ouro fino no peito. Esse foi Jesus se apresentando para Daniel que estava triste. Mas vejo um merecimento em Daniel, uma dignidade de ter a presença de Jesus consigo, pois suas atitudes foram de um verdadeiro servo de Deus, não escondeu o seu pecado, confessou, disse a Deus o que estava errado em sua vida e o Senhor lhe perdôou. Nós também alcançamos perdão quando confessamos ao Senhor o nosso pecado, e melhor do que isso, quando confesamos a Jesus como salvador de nossas vidas.