Vamos dar continuidade aos artigos voltados para o fortalecimento da paz nos casamentos. Hoje vamos conversar sobre sexo, um assunto pouco falado nas igrejas, mas de suma importância para a felicidade do casal. Eu e minha esposa compramos um livro que nos indicaram quando casamos e até hoje é muito utilizado por nós, O ATO CONJULGAL, de Tim e Beverly Lahaye. Indico a todos casais a leitura do mesmo. Quando o Senhor criou Adão e Eva, foi-lhes dada uma ordem registrada em Gênesis 1:28, "Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a Terra". Essa ordem partiu de Deus antes deles pecarem, então o sexo já existia, já havia sido criado por Deus. Em Gênesis 2:25 percebemos que eles viviam nus, e provavelmente já praticavam o sexo, pois Deus os fez com esta capacidade de desejar um ao outro, pois isto não é uma maldição decorrente do pecado e sim uma benção que o Senhor nos deu. Ao longo dos anos houve distorção das palavras Sagradas e muitos começaram a dizer que Deus criou o sexo só para reprodução, mas em Hebreus 13:4 está registrado: "Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula, porque Deus julgará os impuros e os adúlteros". Fica claro que os impuros aqui são homens que praticam sexo com homens, e mulheres que praticam sexo com mulheres, é abominação. Impuro também é todo aquele que pratica sexo antes do casamento, pois para Deus isso é fornicação. Adúltero é o que sendo casado ou casada, pratica sexo com outra pessoa, esses serão condenados por Deus se não se arrependerem antes do dia do juízo. Mas o casamento é digno de honra, é agradável a Deus a união de um homem e uma mulher, é um leito sem mácula, ou seja, não há acusação por se praticar o sexo no casamento. Em Gênesis 1:31 o Senhor viu que tudo que criou era muito bom, entre as coisas boas que Deus nos deu, estão nossos orgãos sexuais, que nos dão a sensação de prazer. Em cantares está explícito que Deus abençoa o sexo, veja Cantares 2:10 o que diz: "O meu amado fala e me diz: Levanta-te querida minha, e vem". Penso que você já entendeu, através deste artigo, e pela operação sobrenatural do Espírito Santo, que sexo não é maldição, e sim uma benção de Deus, mas quero encerrar este post com Cantares 6:3 que diz: "Eu sou do meu amado, (ele é dono de minha vida), e o meu amado é meu, (Eu sou dona da vida dele).


Creative Commons License Ainda Existe Paz de Valney Paz Ribeiro Junior está licenciado através da Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.