• Texto mais visitado
  • Novidades
  • Canal Youtube
  • Podcast
  • Paz e Vida
  • Sobre o Autor

domingo, 9 de agosto de 2009

VENCENDO OS DESAFIOS DE UM NOVO TEMPO!


Hoje quero compartilhar contigo alguns trechos da palavra de Deus no livro de Daniel e refletir acerca dos acontecimentos da atualidade e nosso comportamento em meio a eles. Em Daniel 1:8 está escrito: "E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar". A história de Daniel é muito rica em revelações de Deus para as nossas vidas, e há muitas semelhanças entre a sua vida e a situação que vivemos hoje. Daniel viveu em meio a um povo idólatra, no capítulo 3:1 e 2 está escrito: "O REI Nabucodonosor fez uma estátua de ouro, cuja altura era de sessenta côvados, e a sua largura de seis côvados; levantou-a no campo de Dura, na província de Babilônia. Então o rei Nabucodonosor mandou reunir os príncipes, os prefeitos, os governadores, os conselheiros, os tesoureiros, os juízes, os capitães, e todos os oficiais das províncias, para que viessem à consagração da estátua que o rei Nabucodonosor tinha levantado". Nós vivemos numa nação onde as pessoas levam imagens de escultura nos ombros, adoram-a, fazem pedidos a elas como se fossem deus, criam seus filhos no costume da idolatria e as igrejas responsáveis por essa adoração ainda tem coragem de dizer que é só veneração pois não querem perder a fonte de seus lucros e dominação de massa. Por outro lado existem pessoas entregues ao diabo através das mais diversas seitas pagãs, vivendo de rituais de magia negra, escravizados por demônios que usam seus corpos para destruir outras pessoas e lançam seus seguidores no alcoolismo, na prostituição, nas drogas, na vida do crime e coisas semelhantes a estas; Daniel bem, como vários jovens de Israel, esteve diante de um banquete lindo, convidativo, que enchia os olhos, que aparentemente não tinha problema algum, mas que na verdade era um ritual de iniciação na bruxaria porque aquele povo era seguidor dos costumes dos caldeus, porque Nabucodonosor era caldeu, um povo que adorava a vários deuses, tinham um deus para cada situação, faziam imagens deles e tinham o próprio rei como um deus. Nós em nossos dias vivemos em constantes tribulações para seguirmos a Deus, são diversas tentações que enfrentamos, o diabo oferece banquetes aos casados para traírem seus parceiros, aos jovens para se entregarem aos desejos da carne, aos pastores para deixarem de cuidar do rebanho, a
à igreja para deixarem o Senhor e seguirem ao mundo; Daniel viu vários de seus amigos e até parentes se deliciarem com o banquete de Nabucodonosor, e nós também temos pessoas queridas dominadas pelo espírito do mundo, amigos que não querem saber de Deus, pessoas que amamos estão longe do criador; Daniel teve seu plano de futuro interrompido pela invasão e dominação do inimigo à Israel. Nós também muitas vezes planejamos algo para as nossas vidas e não conseguimos colocar em prática, alguém planejou um casamento que não aconteceu, a construção de uma casa que não foi possível, a compra de um veículo que ainda não foi concretizada, o filho que você sonha e ainda não chegou. Planos, projetos pessoais frustrados, que a nossa força, o nosso intelecto não podem colocar em prática. Lembro-me de uma proposta de trabalho que surgiu para mim, na qual eu iria ganhar em 2005 quatro vezes mais do que eu ganhava na época, era um cargo de gerência, cargo de confiança, viajaria pelo Brasil de três em Três meses, o dono da empresa me procurou me fez a oferta e já havia sido informado que eu era cristão e que estudava teologia, de pronto ele tentou me fazer desistir de estudar teologia e que me ajudaria a estudar administração, e que abandonasse o desejo de ser pastor senão não me contrataria e ainda mais me disse que eu precisaria fumar charutos cubanos nas reuniões da empresa na frente dos empresários parceiros e que se recusasse seria uma falta de educação. Eu me entristeci bastante, doeu em mim rejeitar aquele emprego, eu queria me casar, tinha planos, tinha sonhos e um bom emprego resolveria o meu problema, mas havia algo que eu amava mais do que a minha vida e amo até o dia de hoje, EU AMO JESUS, e não troco ele por nada no universo; Daniel, Hananias, Misael e Azarias tiveram a sua fé confrontada, provada como ouro no fogo. Primeiro foram os três últimos: Daniel 3:5 e 6 - "Quando ouvirdes o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, da gaita de foles, e de toda a espécie de música, prostrar-vos-eis, e adorareis a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor tem levantado. E qualquer que não se prostrar e não a adorar, será na mesma hora lançado dentro da fornalha de fogo ardente". Daniel também foi provado: Daniel 6:7 - "Todos os presidentes do reino, os capitães e príncipes, conselheiros e governadores, concordaram em promulgar um edito real e confirmar a proibição que qualquer que, por espaço de trinta dias, fizer uma petição a qualquer deus, ou a qualquer homem, e não a ti, ó rei, seja lançado na cova dos leões". Nós somos confrontados quanto à nossa fé nas escolas, que ensinam o evolucionismo, o homem descendente do macaco, quando a palavra do Senhor diz que nós somos criaturas feitas pelas mãos de Deus. E diversas situações manipuladas pelo diabo tentam nos fazer negar a fé como Pedro o fez quando Jesus estava preso, mas precisamos ser fiéis a Deus.

Diante de toda essa situação difícil, desses novos desafios, Daniel e seus amigos saíram vencedores. E a vitória de Daniel só tem uma explicação: ELE PROPÔS NO SEU CORAÇÃO NÃO SE CONTAMINAR COM O MANJAR DA BABILÔNIA. Você vai ser provado, vai ser desafiado pelo diabo como Jesus no deserto após o batismo, o diabo lhe ofereceu pão, isso é, queria que Jesus saciasse os desejos do seu corpo. Nossa sociedade hoje vive debaixo da vontade do diabo por satisfazer os desejos dos seus corpos. Mulheres desejam mulheres e tem relações com mulheres, homens tem relações sexuais com homens, sacerdotes têm relações sexuais com crianças, pessoas têm relações sexuais até com animais. Isso não começou da noite para o dia, essa banalização do sexo o diabo inseriu no mundo através das escolas e faculdades, os jovens estudam sobre a vida de vários filósofos como Nietzsche, homens totalmente revoltados contra Deus que dizem basicamente o seguinte:
  • O Homem deve fazer o que manda o coração;
  • O homem deve valorizar a si mesmo e depender de si mesmo, exaltar a si mesmo;
  • O homem deve pensar em si mesmo, o mundo é dos mais fortes;
  • Deixe-se levar pelos impulsos sexuais;
  • Se alguém te bater revide;
  • Se teu inimigo tiver fome, deixe que ele morra faminto;
  • Se estiveres sofrendo, procure algo para te dar prazer imediatamente
Hoje há muitos vivendo com Isaías 5:20 - "Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo". Quer vencer os desafios deste novo tempo? Seja fiel a Deus, não se renda, não se entregue, custe o que custar, escolha os conselhos do Senhor!


2 comentários:

  1. caro irmão, ótimo artigo, melhor ainda seu testemunho de não se deixar contaminar também com as propostas contaminadoras do diabo. Tenho certeza de que o Senhor continuará te honrando nas suas escolhas, um abraço, em Cristo.

    ResponderExcluir
  2. Amém irmão Edimar, obrigado pelo comentário, significa muito para mim. Que o Senhor continue te abençoando e visite-nos mais vezes.

    ResponderExcluir

Ainda Existe Paz, Levando você à Presença de Deus. Leia nossos artigos e se edificar a sua vida compartilhe conosco deixando um comentário. Escreva no campo em branco, escolha seu modo de identificação (Nome/url=seu nome e seu site; anônimo=não exibir seu nome e etc.) e clique em postar.