• Texto mais visitado
  • Novidades
  • Canal Youtube
  • Podcast
  • Paz e Vida
  • Sobre o Autor

terça-feira, 21 de junho de 2011

O Ponto de Decisão!

O mês de junho é mais um daqueles onde muitas pessoas que servem a Deus ficam tentadas a abandoná-lo um pouquinho para curtir as festas mundanas. Aqui em minha cidade é assim, mês de Junho várias pessoas, se rendem ao "sem João" e abandonam o seu compromisso com Deus, fato que marcou nossas vidas várias vezes até que nos levantamos a sete anos atrás guiados pelo Espírito do Senhor e começamos a realizar o Impacto Evangelístico de Junho. Mas o que é o ponto de decisão? É aquele momento onde você tem que decidir o que fará de sua vida, para que direção vai seguir, a quem vai se apegar e quem vai abandonar.

Meditando no livro de Rute recebi esta iluminação do Espírito do Senhor, pois Noemi sendo viúva e ainda morrendo seus dois filhos, dispensou Orfa e Rute para que seguissem os seus caminhos pois Noemi estava indo de volta à Belém. Neste momento, acontece o que chamo "O Ponto de Decisão" porque diante das palavras de Noemi só havia duas direções a tomar, ou abandoná-la e voltar para as campinas de Moabe, para os seus familiares, ou continuar ao lado de Noemi rumo a Belém de Judá.

Orfa no Ponto de Decisão, preferiu voltar para sua família, ela chorou, beijou a testa de Noemi, virou as costas e foi-se embora. A revelação que recebi do Senhor é que nesta época, como no carnaval ou em várias oportunidades que o mundo nos oferece, muitos tem se comportado como Orfa se comportou com Noemi, há pessoas que amam a Jesus e Jesus as ama, porém, o Senhor nos dá o direito de escolher o que queremos fazer de nossas vidas, se queremos seguí-lo ou não, adorá-lo ou não, amá-lo ou não. Pessoas como Orfa, choram na presença de Jesus muitas vezes é verdade, mas no Ponto de Decisão, viram as costas para o Mestre e seguem seu próprio caminho rumo aos prazeres deste mundo tenebroso, rendem-se aos banquetes do diabo e deixam Jesus para trás.

Rute no ponto de decisão disse palavras que merecem ser reproduzidas na íntegra:


"Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o SENHOR, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti" (Rute 1:16-17).

Rute representa aqueles que, no Ponto de Decisão, não abandonam ao Senhor Jesus. As palavras dos servos de Deus para Ele são semelhantes as de Rute para Noemi: Senhor eu não te abandonarei, não te deixarei, não vou deixar de te seguir, onde quer que o Senhor me mandar eu irei, eu sou parte do teu povo nesta Terra e Tu És o meu Deus, morrerei sendo teu servo e nada irá me separar de ti.

Vale à pena aqui reproduzir as palavras do apóstolo Paulo de Tarso em Romanos 8:35-39 que diz:


"Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor".

Eu estou decidido, toda vez que o Ponto de Decisão se formar ao meu redor, eu me apegarei ao Senhor e jamais virarei as costas para Ele, e você?

Este Artigo foi publicado pelo Blog www.aindaexistepaz.com, se você está lendo este artigo em outro blog, informe-nos através de nosso formulário de contato.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Um sentimento novo!


Mais uma vez estou entrando na torre de vigia, como disse o profeta Habacuque, vigiarei para ouvir a voz do Senhor e saber o que responder quando ele me examinar através de suas perguntas. O título deste post é uma referência ao louvor do irmão Lázaro, porém, o conteúdo nada tem a ver com o sentimento que Deus o deu, mas sim com o sentimento que Deus está me dando. Tenho estudado estes dias acerca da história da igreja de Jesus e me maravilhado e envergonhado ao mesmo tempo. Maravilhado ao tomar conhecimento de tudo o que aconteceu para que o Evangelho chegasse até nós, e me envergonhado quando me comparo aos pais da igreja, e vejo que tenho feito tão pouco tendo muito mais recursos à disposição do que eles. Homens como Tertuliano, Policarpo, Cipriano, Orígenes, Clemente de Roma e muitos outros que doaram as próprias vidas pelo evangelho e sem interesses pessoais tornaram os seus corpos, instrumentos nas mãos de Deus à ponto de serem dignos de morrer por Jesus e para Jesus. 

Em controvérsia à história destes homens, vejo a história dos considerados "grandes homens de Deus" de minha geração, homens que pregam com eloquência, que emocionam os seus ouvintes, que são usados por Deus com certeza, mas que usam Deus para encherem os seus bolsos, para andarem de carro importado, para se tornarem ricos neste século e tudo isso em nome da fé. Eu sou chamado por Deus, não tenho dúvidas quanto a isso, esse chamado não vem de mim, é algo que está em mim e foi o próprio Deus que colocou. Como eu, existem vários jovens cheios do Espírito Santo, mas que se espelham nos profetas de nossa geração e o tomam como modelo do que deve ser um verdadeiro Pastor, Missionário ou Cantor de Jesus, nós planejamos um ministério cheio de estrutura física, sonhamos em ser como estes homens são, porém, a verdade é que esse modelo de "profeta" é capitalista, é interesseiro e vão. O sentimento Novo que o Senhor colocou em meu coração me faz querer perder e não ganhar, me faz renunciar, me faz diminuir, me faz querer gastar minhas economias em prol do evangelho e não de uma estrutura de ministério que engrandeça a mim mesmo, os pais da igreja usaram papiros para registrar tudo o que o Espírito Santo ministrou aos seus corações, estas cartas não foram vendidas para promover a si mesmos, foram entregues gratuitamente às Igrejas do Senhor, como disse o Senhor Jesus aos seus discípulos e isto é uma mensagem para nós hoje:


E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus.
Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. (Mateus 10:7-8)

Se hoje acontece um milagre enquanto alguém prega, a própria igreja dá a glória ao pregador, fazendo o seu nome conhecido e pagando valores exorbitantes para que o mesmo volte e use mais o seu dom, que foi recebido de graça e pela graça de Deus para a edificação da Igreja.

O Sentimento Novo é fazermos algo pelo povo que não conhece a Cristo, e isto, não para recebermos algo em troca como: Fama, boa imagem ou cargos na Igreja. O Sentimento Novo é cumprir-mos a ordem que recebemos do Mestre: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Não façamos comércio com a palavra de Deus, doemos a palavra de Deus, de graça recebemos, com os nossos próprios recursos devemos espalhá-la, aceitando a doação daqueles que querem nos ajudar nesta empreitada, mas não usando estes recursos para enriquecer a nós mesmos as custas de Deus.

Este Artigo foi publicado pelo Blog www.aindaexistepaz.com, se você está lendo este artigo em outro blog, informe-nos através de nosso formulário de contato.

sábado, 11 de junho de 2011

Voltai para mim diz o Senhor!

Graça e Paz da parte de Deus e de nosso Senhor Jesus Cristo, te seja multiplicada! Hoje nós, eu e o Espírito Santo do Senhor em mim, queremos impactar a sua vida de maneira que ocorra uma transformação na sua maneira de viver diante de Deus. Tenho antes algumas perguntas a fazer:

Quanto tempo você tem diariamente para se dedicar exclusivamente a Deus?
Quantos capítulos da Bíblia você lê durante um dia?
Quanto tempo você tira para conversar (orar) com Deus e ouvir o que Ele tem a dizer?
Para quantas pessoas ultimamente você pregou o evangelho?
Qual a última grande experiência espiritual que você teve com o Senhor?
Você se considera um cristão autêntico, com todas as qualidades de um discípulo de Jesus?

Estas perguntas são fruto das minhas reflexões diárias. São estas coisas que o Espírito Santo cobra de mim. Eu, como qualquer ser humano, possuo uma tendência natural a me afastar de Deus e cuidar dos meus interesses. E em muitos momentos da minha vida secular, quando chego em casa após um dia de trabalho, eu ouço a voz do Senhor falar ao meu coração e é impressionante que o que Ele me diz são coisas parecidas com as que te perguntei logo acima. O Senhor cobra dedicação, Deus me cobra conhecimento acerca dele, Ele me pergunta quantos versículos eu memorizei, ele pergunta se eu tenho tempo para conversar com Ele ou se estou muito ocupado para uma conversa de pai para filho. O Senhor sempre quer saber se eu o amo, e se falo para as pessoas acerca deste amor e do amado que é Ele em minha vida, ele quer saber se o que eu tenho vivido espiritualmente basta, ou se tenho sede de mais, porque ele pode me dar mais se eu pedir corretamente. Por favor, volte as perguntas acima novamente, o Senhor me direciona a te pedir para lê-las novamente.

Jesus disse algo muito forte e Mateus registro isso para nós em seu evangelho:

"Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus." Mateus 5:48

Eu estava aqui, momentos antes de tomar banho à noite em casa, meditando nesta palavra e Ele me quebrantou com estas palavras. É uma ordem expressa de Deus para mim: Júnior, seja perfeito como Eu sou perfeito! Esta ordem vale também para você: Seja perfeito, como o teu Deus é perfeito! Talves você pense agora: Como é que eu posso ser perfeito? Eu tenho tantas falhas, cometo tantos erros, estou tão longe de ser perfeito, ou talvez ser perfeito é algo impossível para mim! É natural pensarmos assim, mas o Senhor me disse que é possível. Eu ajoelhei ao perceber que Deus estava falando comigo e comecei a conversar com ele ali no banheiro, de repente eu ouvi claramente Ele me dizer: Esta geração está acostumada a sair do chão ao som de cantores gospel, mas não tem coragem de sair do mundo como eu lhes pedi! Por favor, leia novamente esta revelação que o Senhor me deu hoje:Esta geração está acostumada a sair do chão ao som de cantores gospel, mas não tem coragem de sair do mundo como eu lhes pedi!

Deus está sentindo a nossa falta! lembro-me de anos atrás quando eu não era casado, não tinha um bom emprego, não era convidado para pregar em outras igrejas, mas eu tinha uma afinidade maior com o Senhor, eu passava horas de joelhos aos seus pés, eu tinha visões sobrenturais várias vezes ao mês e era muito feliz em sua presença. Hoje eu sou casado graças a Deus, minha esposa é uma benção, tenho um emprego onde me sinto bem fazendo o que eu gosto, sou dirigente de uma congregação e estudo Teologia à noite durante a semana, mas o meu tempo de oração diminuiu, minha leitura Bíblica diminuiu, então paro e penso, as coisas ao meu redor estão me fazendo regredir na fé e não avançar, porque eu decidi dar prioridade a elas. E você? O que acontesse em sua vida atualmente?

Permita-me compartilhar contigo mais uma partícula da palavra de Deus:

Jeremias 4:1
"SE voltares, ó Israel, diz o SENHOR, volta para mim; e se tirares as tuas abominações de diante de mim, não andarás mais vagueando,"


Vamos voltar para Deus? Vamos passar a ter um relacionamento diário com Ele? O Senhor falou ainda hoje ao meu coração que perfeito para ele não quando não pecamos, Ele previu que nós pecaríamos, tanto que usou Pedro para escrever que temos um advogado nos céus, e o seu nome é Jesus Cristo. Somos perfeitos para Deus não quando não pecamos, mas quando nos arrependemos! Quando Deus nos vê arrependidos Ele se alegra, isto é perfeito para Deus! É perfeito para Ele quando nos vê de joelhos diante d'Ele buscando intimidade. É perfeito quando nos vê falando de seu amor para os outros, oh, aleluia isso é perfeito.

Assim diz o Senhor para ti agora: Volta para mim! Volta pra mim, volta pra mim!

A escolha é sua! Eu já tomei minha decisão: Vou volta a ser o mesmo para Deus, e você?